Muito Mais Que Uma Cena de Terror.

Trabalho

Era só um trabalho para a aula de DIREÇÃO EM CINEMA VÍDEO E TV para o professor Guto Neto. Era apenas um take para estudos. Mas com a mente criativa de Hanna Xavier o take virou um microcurta rsrsrsrs. Mas o mais divertido foram as atuações de Priscilla Hamestoff e do grande ator (se sentindo… que absurdo) Thomas Almeida (eu mesmo). E fazendo o papel de um perseguidor. Foi divertidíssimo, as caras e bocas da Priscila, as ordens de Hanna, o Making-of fotográfico de Allyne Marah, os pitacos de Rafaella Bueno, as gravações de Cláudio Rax e melhor de tudo os conselhos do Professor Guto.

O trabalho saiu perfeito com a edição do Claudio. Assim que eu tiver o video eu posto aqui… eu juro.

Filme de Terror??

Filme de Terror??

Gravando

Tirando dúvidas

Tirando dúvidas

Dicas

Agora algumas dicas de iluminação para filmes:

“A iluminação é a chave principal no que diz respeito à qualidade de uma cena. Seja um fotógrafo, um cineasta, um pintor ou um artista 3D, todos buscam o domínio sobre esta fascinante força da natureza chamada luz.

Ela pode trazer um ambiente de poder, de nostalgia, de terror, ou ainda pode nos causar tristeza ou alegria dependendo da intensidade e da técnica utilizada ao empregar a iluminação.

Se a iluminação não estiver em harmonia com o objetivo da cena, pouco importarão belos personagens ou objetos bem posicionados . A má configuração da iluminação pode comprometer uma cena que poderia ser um sucesso visual e até mesmo sentimental no expectador.

Analisando alguns filmes de grandes empresas, como a Pixar ou a Dreamworks, percebemos que nem sempre existe uma preocupação exagerada no que se refere à realidade dos objetos ou ao formato dos personagens, todavia a iluminação destes filmes é sempre impecável.

O Fenômeno das cores

Se perguntarmos para um leigo no assunto, como uma criança, por exemplo, sobre o que mais atrai a sua atenção em um filme de animação da Disney ou Dreamworks, ela certamente responderá que são as cores.

Na verdade, o que torna as cores atraentes em um filme qualquer é a iluminação utilizada nas cenas. Não importa se o filme é uma animação como Madagascar ou um épico de aventura como Indiana Jones, a iluminação é a chave para o expectador ser atraído para dentro da fantasia proposta no filme.”

Mais informações acesse:

http://www.rpdesigner.com.br/artigos/computacao-grafica/iluminacao-o-truque-das-cores/

Minha Melhor Modelo

Laura – Minha Melhor Modelo

Sou um tio muito babão mesmo, e tenho o porque. Tenho uma modelo maravilhosa dentro de casa. Mas por um certo tempo, se eu demorar a tirar as fotos ela se irrita como uma atriz famosa e não quer mais tirar foto… Aí quem perde sou eu… rsrsrs

Mas fora isso, ela me dá ótimas fotos. Por isso, resolvi fazer uma pequena homenagem a ela. São umas fotos que eu fiz com minha câmera DSLR, uma Nikkon D3200.

Concentrada

Laura e o Caderno

Dicas

Agora umas dicas que encontrei em um site de como tirar de crianças:

“A fotografia é uma arte que requer uma certa capacidade, seja para escolher o melhor ângulo, jogar com as diferentes tonalidades de luz e claridade e saber favorecer as caraterísticas de quem você quer fotografar.

Quando tira uma fotografia, você está imortalizando um determinado momento, que de uma forma ou outra tem alguma importância na sua vida. Desse modo, se você tira uma boa fotografia, com excelente qualidade, no futuro quando olhar para ela, esse momento se torna mais claro para você.

Logicamente que um bom modelo de câmera fotográfica é importante, mas não é de todo essencial.

As crianças são muito ativas e irrequietas por natureza, assim em certos momentos você pode ter algumas dificuldades para fotografar.

1. Esta dica você pode usar para qualquer fotografia, mas é importante essencialmente quando você fotografa uma criança. Você deve fotografar com a câmera ao mesmo nível dos olhinhos dos meninos. Não se preocupe se eles não estão olhando para a câmera, mesmo assim a fotografia ficará muito interessante e com maior grau de naturalidade.

2. Como as crianças são muito curiosas é normal que elas tentem pegar na sua câmera e isso dificulta o seu trabalho. É importante você não apressar as coisas, deixe eles se divertirem à vontade e é nesses momentos de distração que você tira as melhores fotografias.

3. Geralmente se a criança tiver no cenário alguns brinquedos ou distrações, ela esquece da câmera e aí você pode tirar fotografias sem problema. O grande segredo é tirar fotografias apenas quando a criança estiver relaxada e sentir segurança no ambiente que a rodeia.

4. É importante que o seu menino esteja bem alimentado e confortável quando você vai tirar fotografias, assim não existem fatores externos a afetar o seu trabalho.

5. Não pense demasiado na fotografia nem ensaie muito. As melhores fotografias são aquelas que você tira com espontaneidade. Um conselho que você deve levar em conta é tirar fotografias em locais com algum significado para si. Desse modo você tem uma fotografia carregada de sentimento e nostalgia, e fica bem mais bonita.

6. Se você tiver uma câmera que tenha capacidade de video, faça uso dela. A fotografia é a captura dum único momento, um video pode gravar momentos totalmente inesperados que você vai rever com um sorriso na cara e uma lágrima no cantinho do olho.”

 

 

Veja mais em:

 

http://www.assimsefaz.com.br/sabercomo/como-tirar-fotos-de-criancas

Cupcake de Morango

Cupcake

Mais uma vez voltando a divulgar um dos cupcakes que eu faço com a minha madrinha Denize.

Esse mini cupcake foi feito para o  aniversário da minha afilhada, Mariana de 5 anos.  A festa era com o tema da Branca de Neve, a Mariana estava vestida de Branca de Neve, uma verdadeira princesa.  Linda de mais! Teve tudo o que ela pediu: pula-pula, cachorro-quente, pipoca, docinho, bolo em forma de maçã (que eu fiz ), brincadeiras, fotos, músicas e os seus amiguinhos de escola.

E ela me pediu que os cupcakes fossem coloridos e muito gostosos!! Pedido feito, pedido realizado!! Fiz conforme a “patroinha” pediu!! Tudo do jeitinho que ela quis.  Quando ela viu os cupcakes e foi comendo logo no inicio da festa.

Olha só como ficou:

Cupcake da Mari

Lindos e saborosos… (a modéstia não me deixa rsrsrs)

Mas deixando de lado minha modéstia. A receita é muito fácil e prática e

Recheio e Cobertura de Morango.

Ingredientes:

1 cx de gelatina sabor Morango

1 lata de leite condensado

1 colher de (sopa) de margarina

Corante em gel cor pink

1/2 caixa de creme de leite

Modo de Fazer:

Junte todos ingredientes (o corante em gel deve ser colocado aos poucos e a intensidade  da cor  fica a gosto) e leve ao fogo e mexa até desgrudar da panela.

Deixe esfriar um pouco após esfriar acrescente o creme de leite aos poucos até o ponto que fique leve, mas firme, sem escorrer cupcake.

PS:  A gelatina pode ser o sabor de preferência e a cor do corante também, e não deixe muito no fogo assim que desgrudar tire imediatamente.

– Segue umas dicas para receitas de Cupcakes:

http://www.cupcakeando.com.br/

– Esse foi onde eu peguei a receita do recheio e adaptei:

http://cantinho-dasreceitas.blogspot.com.br/2010/09/docinho-de-gelatina_17.html

– Mais um blog de receitas de Cupcake:

http://blog.barradoce.com.br/search/label/Marshmallow?utm_source=blog.barradoce.com.br&utm_medium=referral&utm_content=principiosbasicos&utm_campaign=B_38

Obs: O cupcke com a cobertura roxa… fica para um outro post rsrsrs

Chá de Panela

Chá de Panela

 

Um momento único para os noivos reunirem seus amigos e compartilharem com eles aquele momento de alegria.

Sua história diz que segundo uma lenda holandesa, um moleiro pobre era apaixonado por uma rica donzela. Para ajudá-lo, seus amigos se reuniram e ofereceram a eles itens para a nova casa. Assim nasceu o famoso chá de cozinha.Outra história parecida aponta que o chá-de-cozinha pode ter surgido como uma forma de conseguir um dote para as noivas mais pobres. Antigamente, uma mulher sem dotes, não conseguiria um noivo. Os amigos, então se reuniam com a noiva e conseguiam uma enxurrada de dinheiro e mercadorias. (daí o nome, “Bridal Shower” como é conhecido nos EUA). Dessa forma, transformavam essa moça, em uma pessoa apta a ser escolhida por um bom pretendente. Com o passar dos anos, além da simples entrega de presentes, outras atividades começaram a ser realizadas. As noivas passaram a ter que descobrir quais os presentes lhe estavam sendo ofertados e por quem, caso contrário, deveriam participar de uma brincadeira. Sendo que este é o formato mais tradicional ainda hoje.

 

Convite

 

Minha irmã pediu para eu fazer o convite de chá de panela de uma amiga do trabalho. Insistiu tanto que eu fiz. Ela e a amiga adoraram o convite final. Minha irmã gostou tanto que já pediu pra eu fazer os convites de chá de panela e o de casamento dela, quando ela for casar (sabe se lá quando vai ser, mas ela já encomendou).

Cha de Panela

 

O projeto foi feito todo no Photoshop 6 e os brushes de corações todos foram achados no Google. Encontrei os brushes de Photoshop em alguns sites de brushes no Google um dos sites está ai embaixo:

Para mais informações:

 

Da história do chá de panela:

 

http://noivosibe.wordpress.com/2011/03/17/origem-do-cha-de-cozinha-ou-de-panela/

 

e dos brushes de corações (um deles):

 

http://www.brusheezy.com/brushes/1365-brush-hearts

Esperança

Esperança

De tantos trabalhos que fizemos nesse período, acredito que esse seja o mais valioso. Aproveitando esse momento único e histórico que a nossa população passa. O povo nas ruas pedindo coisas que são básicas, mas que não são dadas, são ignoradas e omitidas pelas nossas autoridades. Só espero que não seja em vão. Que seja pra mudança mesmo. Que  seja para avaliação dos votos. Para a real mudança, o primeira passo já foi dado, que é plantar em nós a semente da mudança (porque primeiro temos que olhar para nós pra depois mudar o mundo), por que daqui a pouco colheremos os louros da vitória. A esperança que vive em nós não pode nunca morrer.

Esse trabalho maravilhoso foi concebido por mim, Hana Xavier, Rafaella Bueno e Priscilla Hamestoff, que me apresentou Augusto dos Anjos e também estrelou o video. Beijo meninas!!!!

Avante

O poema no qual nos baseamos é o de Augusto dos Anjos, “A Esperança”, e o imponente hino da Bandeira.

O poema:

A ESPERANÇA

A Esperança não murcha, ela não cansa,
Também como ela não sucumbe a Crença.
Vão-se sonhos nas asas da Descrença,
Voltam sonhos nas asas da Esperança.

Muita gente infeliz assim não pensa;
No entanto o mundo é uma ilusão completa,
E não é a Esperança por sentença
Este laço que ao mundo nos manieta?

Mocidade, portanto, ergue o teu grito,
Sirva-te a Crença de fanal bendito,
Salve-te a glória no futuro – avança!

E eu, que vivo atrelado ao desalento,
Também espero o fim do meu tormento,
Na voz da Morte a me bradar; descansa!

Augusto dos Anjos

HINO À BANDEIRA

A letra do Hino à Bandeira  foi escrito por Olavo Bilac e a música composta por Franciso Braga. Ele foi apresentando pela primeira vez em 9 de novembro de 1906.

Salve lindo pendão da esperança!
Salve símbolo augusto da paz!
Tua nobre presença à lembrança
A grandeza da Pátria nos traz. Recebe o afeto que se encerra
em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil!

Em teu seio formoso retratas
Este céu de puríssimo azul,
A verdura sem par destas matas,
E o esplendor do Cruzeiro do Sul. Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil!

Contemplando o teu vulto sagrado,
Compreendemos o nosso dever,
E o Brasil por seus filhos amados,
poderoso e feliz há de ser! Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil!

Sobre a imensa Nação Brasileira,
Nos momentos de festa ou de dor,
Paira sempre sagrada bandeira
Pavilhão da justiça e do amor!Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil!

____________________

Glossário:

– Pendão: bandeira, estandarte
– Augusto: digno de respeito, solene, imponente
– Formoso: belo. perfeito
– Vulto: semblante, fisionomia
– Pavilhão: bandeira, estandarte

Feliz Aniversário

Como sou um profissional multimídia, tenho que fazer de tudo um pouco… mas com qualidade. Eu tenho feito alguns designs, desde banners para aniversário e até convites de chá de panela.

Aniversário

Minha prima Fabiana estava preparando uma festa surpresa para sua filha Victória, que completou 13 anos, e me pediu para organizar junto com ela. Claro, que concordei! Com isso, fui incumbido de fazer o banner da festa. Com a ajuda do Photoshop criei essa arte.

 

Banner Vic 13 anos

Banner Vic 13 anos

Agora fiquem com um tutorial que encontrei na internet sobre banner  para aniversário:

” Abra o Photoshop, selecione o menu “Arquivo” e clique em “Novo.” Digite “BirthdayBanner” na caixa “Nome”. Digite as dimensões nas caixas “Largura” e “Altura”, como “75″ e “15″.

Puxe para baixo menus dimensões e escolha “polegadas” para cada um. Clique no botão “OK”.

Selecione a ferramenta “Tipo”, que se parece com um “T” da paleta “Ferramentas” do lado esquerdo da tela. Escolha uma fonte, a cor do texto e o tamanho do texto na barra de ferramentas na parte superior da tela.

Clique na caixa de “BirthdayBanner” e digite o texto da faixa, tais como “É o aniversário de Betty!” Arraste o texto para o lugar no banner.Clique na ferramenta “Balde de tinta” da paleta “Ferramentas”. Clique no menu “Foreground” na barra de ferramentas na parte superior da tela e selecione “Padrão”.

Clique na caixa de ferramentas padrão e selecione um design de plano de fundo, como bolhas ou estrelas.

Deslize a barra de “Opacidade” para baixo a 25 por cento. Clique no espaço branco da caixa de “BirthdayBanner”, que preenche o plano de fundo com o design atrás do texto.

Selecione o menu “Arquivo”, clique em “Salvar como” e salve o banner para o computador.”

Para maiores informações, acesse também: http://www.libertadyorganizacion.org/como-criar-um-banner-de-aniversario.html

Fotografia no Museu

Passeio de família, é certo tirar fotos para álbum de recordação. Por isso, reuni minha família e fomos ao CCBB. Fomos na mostra “MOVIE-SE – No Tempo da Animação”, lá aproveitamos para fazer um book  para as nossas lembranças.

Munido com minha câmera e minha mãe com a sua, começamos a fotografar o belíssimo prédio de linhas neoclássicas que foi a antiga sede do Banco do Brasil.

Cúpula

Hoje o local abriga um centro cultural com diversas mostras de artes, peças de teatro, cinemas, espaços multimídias, biblioteca e etc.

Fotografia

Eu e minha mãe estamos aprendendo uma pouco mais de fotografia.  Aqui algumas das fotos que tiramos:

Minha mãe e sua câmera

Minha mãe e sua câmera

No Cofre do CCBB

No Cofre do CCBB

Os olhos de Luiza Interagindo

E para aprender um pouco mais tenho lido alguns  artigos sobre fotografia. Aqui em baixo um pouco do que estou lendo sobre fotografia.

“A fotografia é uma forma de ficção. É ao mesmo tempo um registo da realidade e um autorretrato, porque só o fotógrafo vê aquilo daquela maneira.”  (Gérard Castello Lopes) Na sua definição mais generalista, Fotografia significa “desenhar com luz e contraste”, mas também significa ver aquilo que mais ninguém vê, do modo como apenas você vê. Chegar a este ponto de consciência artística envolvente da realidade, permite que você perceba algo e o transmita sob a forma de poesia visual. E isso, caro leitor, é a génese da Fotografia de Autor, como forma de Arte, no seu sentido mais puro. Nos artigos anteriores foquei o software Adobe Photoshop como um possível meio para atingir esse fim, tão pessoal, que é o de dar uma “nova vida às suas fotografias”. Se o Photoshop pode ser um meio de chegada, a sua câmara é o ponto de partida. E para ajudá-lo nesse ponto de partida, surge este pequeno guia de truques e dicas que o podem ajudar naquele momento de indecisão entre a escolha da definição mais acertada para determinada situação. DICA: Para perceber os termos técnicos utilizados neste guia consulte o seguinte glossário de termos de fotografia.”

Mais informações entre no site:

http://www.fotografia-dg.com/guia-pratico-de-fotografia-retratos/#sthash.K7cUw72U.dpuf

Viagem!

Maromba / RJ

Maromba

Paraíso.

É a palavra que eu definiria Maromba.  Localizada no alto da Serra da Mantigueira na divisa do Parque Nacional de Itatiaia, Maromba é uma das vilas de Visconte de Mauá. Com pousadas aconchegantes e com um clima maravilhoso, é um ótimo lugar para você repaginar suas energias. Cachoeiras maravilhosas para se curtir de dia (faz um calor legal de dia) e uma lareira a noite (frio de 10º que eu peguei), é um brinde (com um bom vinho) a curtir em ótima companhia. Ótima dica para qualquer público, desde aventureiros loucos por trilhas até casais para curtir um romance. As cachoeiras são um show a parte,  lindas demais e ótimas para um banho relaxante.

Véu da Noiva

Dia

Durante o dia, a boa são as cachoeiras, os passeios em Maringá no lado do  Rio de Janeiro e em Minas Gerais (pra você ir pra Minas é só um ponte), compras em lojinhas de chocolates artesanais, artesanatos locais, restaurantes ,

Quadriciclo

passeios de quadriciclo (em Maringá no lado de Minas) te levam em várias cachoeiras.

Escorrega

Noite

À noite, saia bem agasalhado. O frio é bem intenso (eu peguei 10º lá), perfeito para um jantar a luz de velas nos restaurantes, um festival de fondue e dependendo da época do ano (geralmente no inverno) tem um festival de Jazz e Blues em Maringá/MG. A vida noturna mais agitada vá para Maringá, tanto em Minas Gerais quanto no Rio de Janeiro. Barzinhos com música ao vivo, cervejarias artesanais, entre outras “baladinhas”. Maromba tem um clima mais traquilo, restaurantes, pubs bem mais tranquilos do que Maromba.

Rua

Um pouco mais das informações sobre essa linda região do nosso estado do Rio de Janeiro:

“A região de Visconde de Mauá está no eixo RJ-SP numa área de proteção ambiental no alto da Serra da Mantiqueira na divisa com o Parque Nacional de Itatiaia. O diferencial da região está na abundância de cachoeiras , rios e piscinas naturais de águas límpidas e cristalinas . Neste cenário bucólico , encontra-se um quê de sofisticação, proporcionado por ótimas pousadas e restaurantes. A região de Visconde de Mauá é composta por 3 vilas principais: Visconde de Mauá, Maringá e Maromba.

A região de Visconde de Mauá reúne a simplicidade da natureza , bem representada por suas cachoeiras , com a sofisticação de ótimas por ótimas pousadas e restaurantes.

A região de Visconde de Mauá está numa área de proteção ambiental (APA) e abrange terras dos estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro na Serra da Mantiqueira a uma altitude que varia de de 1400 a 2787m.”

Fonte e para maiores informações:

http://www.viscondedemaua.com.br

Stand Up

Olá galera!!

Esse foi um video de Stand Up Comedy (tentando fazer um) que eu fiz em uma empresa na qual trabalhei. A empresa incentivava os funcionários a realizarem qualquer performance artística. Uns cantavam, outros dublavam, outros cantavam (as vezes desafinavam) e outros faziam esquetes de humor ou stand up (eu fui um desses).  Infelizmente eu não venci a competição, não foi pelo texto, nem pela graça (por que foi engraçado) e nem pela falta de talento (isso eu tenho… pelo menos eu acho) por que não venci. Foi por que eu concorri com um cara pernambucano que dançava Frevo!!! Pô, o cara nasceu dançando frevo, foi super injusto! Até os organizadores falaram sobre isso, e que criariam uma categoria para o stand up, mas não deu… Tentei outra vez, também não venci por que não houve vencedores, o concurso foi cancelado. Rsrsrsrsrs, sorte a minha para não sofrer outra humilhação pública ou azar o deles porque ficaram sem o meu talento.

Agora tirem suas conclusões, olha aí o vídeo:

 

Pra quem não sabe o que é Stand Up Comedy, ai em baixo temos um texto sobre o assunto:

O Stand Up Comedy – Por Bruno Motta

O que é afinal esse tal estandápi, que tanto tem se falado por aí? Ele é herói e salvador do humor ou o polêmico bandido sequestrador de liberdades?
O Stand Up Comedy é bem menos americano e “colonizado” do que os seus algozes gostam de acusar. Fácil perceber seu parentesco ancestral, vindo lá dos contadores de causos piadas e monólogos de humor, números de cortina mais antigos que a meia entrada. Mas tem algumas coisas que o diferenciam de todos os outros humores, que se misturam.

Stand Up Comedy é uma linguagem, como são a paródia, a imitação, os personagens e tantos outros. A característica principal, fácil de ver, é que ele é feito em pé e diante do microfone. Mas não porque o comediante está em pé dizendo coisas engraçadas que isso éstand up – muito embora vários artistas tentem dar uma “enganadinha” no público.

O principal ponto de pesquisa dessa linguagem é o texto autoral, feito pelo próprio comediante com base em suas observações. Seja do cotidiano ou dia a dia, quanto das notícias ou do ambiente em que vive. A possibilidade de dizer o que ainda não foi dito foi uma das principais características que nos levou a instalar o stand up no Brasil.

Como um dos que batalhou pra essa linguagem existir por aqui, posso dizer que não há americanismo nenhum (a não ser no título), já que não há como fazer esse humor sem falar do que está acontecendo com a gente. A identificação do público com a realidade descrita é uma das poderosas armas que tornaram esse gênero um fênomeno. O público se vê e se ouve no palco, e ri de si mesmo, junto com o humorista, e como ele fala justamente de fatos verídicos e comenta o cotidiano, todos se lembram de momentos do seu dia em que passaram por aquilo.

Por esses e outros motivos o tal estandápi cresceu tanto, e outro fator importante é que esse tipo de show é muito viável para execução e venda. Tudo que se precisa é de um palco, grande ou pequeno, como num bar; microfone; platéia (claro!) e o tal comediante criativo, que muitas vezes toma o papel de produtor, diretor e roteirista.

Outra diferença do stand up comedy hoje para outros tempos, onde já se viu coisa bastante semelhante, é que hoje há um movimento em torno dessa linguagem. Nos anos 70, 80, um ou outro humorista sozinho se apresentava desta forma. Hoje o espectador sai de casa, muitas vezes não para assistir a um grande nome, mas para ir a uma noite de comédia onde vários comediantes se apresentam. Sem saber quem são, o espectador se dá várias chances num show de se divertir com os vários estilos e materiais apresentados, assim em um único show as pessoas mais diferentes voltam pra casa satisfeitas com o que viram.

Fonte: http://www.portalstandupcomedy.com.br/historia/

Cupcake

Eu e minha madrinha Denize Aparecida resolvemos nos unir para uma coisa muito doce, fazer cupcake. Com uma ideia na cabeça e, em comum, o gosto de cozinhar, começamos a produzi-los e a vende-los. Os nossos cupcakes são macios e muito saborosos.

Cupcake

Estamos hoje com uma variedade de sabores interessantes, entre eles se destacam os cupcakes de Brigadeiro, Creme de Avelã (Nutella), Amendoim, Coco, Baba de Moça, Doce de Leite e Nozes.

DSC_0033

Os quatro cupcakes da fotos são de Creme de Avelã (não vou repetir a marca por que não tô ganhando pra fazer a publicidade deles (ainda…) rsrsrs), Coco, Amendoim e Doce de Leite (ordem da esquerda para a direita). Deliciosamente recheados e muito saborosos, os cupcakes já estão aí para o deleite de todos.

É lógico que eu não conto a minha receita nem sob tortura (mentira), mas procurando pelo internet encontrei uma receita superfácil de cupcake que você pode fazer para o lanchinho das crianças a tarde. Ah!! Mas se a preguiça bater você, caro leitor, pode encomendar comigo o seu cupcake, contatos para encomendas: itscake@globo.com.

Agora uma receita básica de cupcake:

Ingredientes

  • 3 ovos
  • 1 xícara (chá) de acucar
  • 1/2 xícara (chá) de margarina
  • 1/2 xícara (chá) de leite
  • 1 colher (chá) de aroma de baunilha
  • 1 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (sobremesa) de fermento em pó

Instruções

  1. Bata as claras em neve e reserve.
  2. Bata as gemas com o açucar até esbranquiçar. Junte a margarina e bata mais um pouco.
  3. Em seguida, adicione o leite, o aroma de baunilha e a farinha de trigo. Bata tudo para misturar e encorpar os ingredientes.
  4. Misture o fermento à massa com auxílio de uma colher ou de uma espátula flexível.
  5. Depois, incorpore as claras em neve e mexa delicadamente com auxílio do fuê. Coloque a massa no saco de confeitar e reserve.
  6. Coloque as forminhas de papel na forma de cupcake (ou nas forminhas de empada). Não é preciso untar.
  7. Preencha as forminhas com massa até faltar mais ou menos um dedo para a borda da forma (3/4 da forma).
  8. Leve as forminhas com a massa ao forno pré-aquecido a 180 graus entre 25 e 30 minutos.
  9. Para ver se esta cozido, após os 25 minutos espete o cupcake com um palitinho – se sair limpo, você já pode tirar do forno, se não, deixe no forno por mais alguns minutos.
  10. Resista à curiosidade e não abra o forno nos primeiros 10 minutos.
  11. Apenas após esfriar confeite.

Fonte: http://www.receitadecupcake.com.br/massa-basica-para-cupcake/